A China alertou para uma pneumonia no Cazaquistão que poderá ser mais mortal do que a covid-19. A mesma já causou 1772 mortes nos primeiros seis meses do ano: “A taxa de mortalidade da doença é muito maior que a da covid-19”, informou a embaixada em comunicado publicado na plataforma WeChat.

A agência de notícias cazaque Kazinform afirmou que o número de doentes com pneumonia é duas a três vezes maior do que aqueles que foram infetados pelo covid-19, não havendo, no entanto, indicação de que esta doença esteja relacionada com o novo coronavírus.

O ministro da saúde do Cazaquistão planeia publicar registos rigorosos de casos confirmados já na próxima semana, observando que, embora não seja necessário publicar o número, o povo precisa de conhecer a verdadeira situação, relatou a Kazinform.