A batalha de Sara Tavares contra o cancro que comove Portugal.

A batalha de Sara Tavares contra o cancro que comove Portugal. Sara Tavares é uma das vozes mais bonitas e originais da música portuguesa. Mas a sua vida não foi fácil.

Em 2009, ela descobriu que tinha um tumor cerebral benigno, que teve que ser operado. A cirurgia deixou sequelas, como a epilepsia, que afetaram a sua saúde e a sua carreira. E

Em 2022, a situação piorou. Sara Tavares sofreu uma crise epilética grave, que a deixou em coma. Os médicos não sabem se ela vai acordar ou se vai ter sequelas permanentes. É uma tragédia para uma artista tão talentosa e querida.

Luís Osório enviou-lhe um postal do dia, com palavras de esperança e gratidão e o texto já se tornou viral nas redes sociais:

“Sara Tavares, a quem a vida tudo deu e quase tudo tirou”

1.

Portugal é um país pequenino.

Acabamos todos por nos conhecer e até nos convencemos que almoçámos ou falámos com quem jamais se cruzou connosco.

Nunca me cruzei com a mulher de quem te quero falar.

Nunca estive na mesma sala, nunca a vi sem ser num espetáculo no Teatro São Luiz, ao longe.

Mas admiro-a no que dela acredito conhecer.

Aposto que é uma mulher forte e teimosa que gosta de escolher o seu caminho, que prefere errar sendo ela do que acertar sem que o resultado venha de si, das suas urgências, dos seus medos, da sua profunda inquietação, da sua raiva também.

2.

Talvez seja a melhor voz da música portuguesa.

Pelo menos a voz mais inteligente, a que se foi adaptando ao que vida quis que fosse.

Falo-te de Sara Tavares.

A Sara a quem a vida deu e tirou.

A quem a vida desafiou como se tudo isto fosse um jogo, como se o seu destino já estivesse desenhado numa qualquer roleta russa.

Deu-lhe tudo, retirou-lhe tudo.

E que perversa tem sido a vida para a Sara.

Sempre quente e fria.

Sempre a oferecer-lhe sonho, mas a acordá-la com pesadelos.

Sempre a dar-lhe ilusões, mas a carregá-la de medo, de dúvida, de cansaço.

3.

A Sara que apaixonou o país quando cantou no concurso Chuva de Estrelas.

Lembras-te?

Tinha 16 anos quando apanhou o barco de Cacilhas para o Terreiro do Paço e depois o autocarro para os estúdios. Cantou Whitney Houston e tudo lhe pareceu ser possível.

Crescera sem os pais – a Dona Eugénia, branca, foi a avó que a mimou. Uma avó emprestada no Pragal, lugar onde era feliz quando corria ou mergulhava ou ia à pesca com canas feitas de espigas.

Feliz enquanto jogava à bola como os rapazes.

Mas havia qualquer coisa. Um ruído interior, uma tristeza que se tornou matéria viva. A ausência dos pais, a ausência de carinho, de colo, uma espécie de solidão que não dependia da quantidade de amigos e da rede de amor de Dona Eugénia.

4.

A Sara transformou-se numa estrela.

Ganhou o Festival da Canção, mas não queria ser uma estrela a cantar o que não lhe dizia nada. Por isso, foi à procura. Compôs, convidou produtores e músicos de que gostava, fez álbuns marcantes e amados pela crítica.

E teve de parar por causa de um tumor no cérebro.

Um tumor benigno que resolveu com uma operação.

Retomou e parou.

Voltou a retomar e voltou a parar.

E agora, em 2022, uma recidiva.

Problemas na voz, impossibilidade de tocar guitarra, problemas e mais problemas, adaptações mais adaptações.

Mas continua.

Deixou a sua equipa, quis ficar sozinha.

Mas continua viva.

Desperta para as injustiças, para o racismo, para a hipocrisia mascarada de oportunidade.

Continua a viver no Pragal, o lugar com vista para Cacilhas e o Cristo-Rei.

É uma mulher do caraças.

Uma mulher poderosa.

Com um talento extraordinário e uma relação com a vida que talvez Deus ou um querubim um dia lhe possa explicar.

Porquê sempre isto?

Este dá e tira, este carrossel que é comboio fantasma, esta luz que se torna sombra?

A Sara Tavares é bem capaz de fazer estas perguntas, mas por favor não tenhas pena dela.

Porque ela é grande e precisa de tudo menos disso, precisa de ser ouvida, que a oiçamos sem mais nada.

Ouve Mana Fé e não tenhas pena.

Só reconhecimento de que a vida é uma carta fechada para todos, incompreensível bastas vezes, absoluta”.

Artigos Relacionados

Últimos Artigos

Influenciadora diz que homens devem pagar conta em encontros devido aos seus gastos mensais.

Uma influenciadora disse que os homens devem pagar conta em encontros devido aos seus gastos mensais. Isabelle, uma influencer americana, gasta mais de 260...

Luciana Abreu conta como cria as quatro filhas sem a presença dos pais.

Luciana Abreu contou como cria as quatro filhas sem a presença dos pais. A estrela da SIC, partilhou uma experiência emocionante com as gémeas. Tudo...

Zé Lopes revela quem pode ser expulso no Big Brother-Desafio Final Domingo.

Zé Lopes revelou quem pode ser expulso no Big Brother-Desafio Final Domingo. O conhecido comentador do universo do Big Brother, fez uma aparição no...