Tribunal coloca em liberdade mãe que tentou matar os quatro filhos ao atear fogo a casa. A mulher, de 36 anos, estava presa, mas depois de presente a um juiz ficou em liberdade.

Ela está proibida de contactar os quatro filhos e tem de sair da casa da família e até da freguesia onde esta reside.

O tribunal optou, porém, por não prender preventivamente a mulher até ao julgamento

Crente que o marido a traía, a mulher decidiu fazer vingança e tornar a vida do companheiro num inferno.

Anteontem, 2 de Agosto, ela agrediu e insultou o marido em frente aos quatro filhos e mais tarde esperou que ele se ausentasse do domicilio para cometer o crime.

A mulher pegou num isqueiro, pegou fogo ao sofá da casa e ingeriu medicação, deitando-se de seguida. A vizinhança apercebeu-se do incêndio e acabou por acionar os bombeiros que imediatamente se deslocaram ao local e salvaram as crianças, ainda que uma delas tenha que ter sido internada.