Tony Carreira confessou no “Jornal das 8”, a José Alberto Carvalho que “Em palco, tento procurar um sinal da minha filha”.

No decorrer da conversa ele falou da filha que perdeu a vida num acidente em 5 de Dezembro de 2020: “Quando estou em palco, ainda hoje, tento procurar um sinal da minha filha, qualquer coisa.”

“Há momentos muito difíceis, porque esta perda é uma coisa que jamais vou superar, isso já sei.”,

“Agarro-me àquilo que posso. Se vejo passar uma borboleta, quero acreditar que é um sinal dela. Agarro-me a certas coisas que, pontualmente, me fazem bem, e claro que tenho momentos em que caio, e é possível que eu esteja em palco e que me aconteça. Tudo é possível”, disse o cantor.

“Tenho os pensamentos, que são meus, mas que entram aí dentro. Depois da partida da minha filha, porque eu não gosto de chamar de morte, depois disso, tenho que me erguer, por mais que doa, tenho que me erguer. E assim será. Quero acreditar piamente que, um dia, vou estar com ela”, terminou Tony Carreira.