Uma reportagem da SIC divulgou uma situação bizarra em Paços de Ferreira, em que a distribuição de água está entregue aos privados.

O que realmente acontece é que quando não há consumo mínimo de 1000 litros, o consumirdor paga a taxa máxima. Isso significa que muitas pessoas acabam por deixar as torneiras abertas com o único objetivo de pagar menos.

A situação foi denunciada numa reportagem da SIC que podes ver a seguir: