Salgado não pretende abdicar de reforma de 52 mil euros. O Novo Banco e o Fundo de Pensões estão em conflito com o ex-banqueiro.

A verdade é que Ricardo Salgado tem ganho sempre e agora pretende que nos tribunais que lhe paguem mais de 300 mil euros e juros.

Reformado com 70 anos, Salgado saiu de cena ainda antes da resolução do Banco de Portugal e em 2014, conseguiu que lhe fosse reconhecida uma reforma de 51.862,25 euros brutos mensalmente.

O então fundo de pensões do BES fez os cálculos do montante a pagar. De acordo com os documentos a que a SÁBADO teve acesso, estavam em causa os seguintes valores mensais brutos: cerca de 3.100 euros de pensão base por Salgado ter trabalhado no sector bancário e outros cerca de 48.700 euros divididos por dois planos complementares previstos no fundo. No total, valor chegava estendia-se por 14 meses/ano.

FONTESabado
Partilha
Loading...