Um ex espião afirmou que Putin está permanentemente acompanhado por equipa médica. A informação foi dada pelo ex-espião britânico Christopher Steele à rádio LBC.

Segundo ele: “Está constantemente acompanhado por uma equipa de médicos. As reuniões do Conselho de Segurança, que supostamente duram uma hora, são na verdade divididas em várias sessões. Ele sai e recebe algum tipo de tratamento médico entre as sessões”, referiu.

Steele, afirma que apesar de muito doente não se pode garantir que se trata de uma doença “terminal ou incurável”.

Para o ex-espião “Há uma desordem crescente e caos no Kremlin. Não há uma liderança política clara vinda de Putin, que está cada vez mais doente. Em termos militares, as estruturas de comando e assim por diante não estão a funcionar como deviam”, apontou.

Relembre-se que “ultrassecretas” a que a revista norte-americana New Lines teve acesso, apontaram que um oligarca próximo de Putin afirmou que este “está muito doente com cancro no sangue”. Podes ver aqui.