Sabendo ser um programa minado de câmaras, Zena ainda afirmou: “Abusaram da minha inocência por pura maldade”, referindo-se à divulgação de imagens íntimas no Big Brother – A Revolução.

Na sua conta de Instagram a vencedora da referida edição do Big Brother disse: Custou muito porque a partir daquele dia passamos a levar com tudo e todos de forma gratuita, por fazermos algo que todos fazem na verdade […] Tornou-se muito difícil manter a mente e a alma no lugar certo, sobretudo quando se é uma miúda de 21 anos que está no auge da ‘fama’. Fui-me muito abaixo, haviam dias em que nem podia sequer pensar em ir para as mensagens das redes sociais […] Tentei então não dar importância ao assunto para ver se as coisas acalmavam mas não aconteceu. O que nos aconteceu foi um crime, afirmou.

e continuou: “Durante muitos meses olhava para o espelho e já nem me reconhecia, estava revoltada porque senti que usaram o meu nome, a minha imagem e abusaram da minha inocência por pura maldade“.

“Chorava, nunca por me arrepender do que tínhamos feito mas por saber que eu não merecia o que me estava a acontecer, então chorava em silêncio para não preocupar os que me rodeavam e guardei em mim muitos pensamentos sombrios que nunca partilhei com ninguém e assim passei muitos meses a lutar contra mim própria para não perder a minha essência e a minha sanidade mental“, escreveu Zena.

Hoje passado um ano sinto que este pesadelo ainda vive em mim por mais que tente não ligar, está ainda presente e quis partilhar convosco algo que eu não fui capaz de fazer antes por não me sentir pronta. Este pesadelo tornou-se numa luta que ainda hoje continua mas acredito que a justiça será feita, frisou.