Prestes a engravidar, Ângela Ferreira afirmou: “Vou amar pelos dois”. À SELFIE, a mulher do falecido Hugo Neves afirmou: “Em relação à nova proposta parece-me justa e ponderada e acho que colmata as dúvida do Presidente da República relativamente à primeira proposta. Estou feliz com a aprovação, mas ainda um pouco reticente pois falta a decisão do Presidente da República”, disse.

E continuou: “Desde o início, sempre fui cautelosa e, apesar de celebrar cada vitória, foi sempre com os pés muito assentes na terra, porque, até que esteja publicado em Diário da República, o não ainda é uma possibilidade”, referiu Ângela.

Para a barbeira: “Falar do Hugo ao meu filho vai ser um processo natural. Quero passar-lhe os valores do pai e o amor que o pai, independentemente de estar cá, sente por ele, porque foi um filho muito desejado e sonhado em conjunto. Vou transmitir-lhe todo esse amor e o amor do pai que está em mim: vou amar pelos dois!”, afirmou.

Futuramente, Ângela Ferreira pondera a criação de um grupo de apoio ou uma associação para ajudar pessoas com situação idêntica À dela: “É uma ideia, mas são precisos meios, disponibilidade, entre outras coisas… Mas quem sabe, um dia! Vou amadurecer a ideia”.