Portugueses desenvolvem vacina de “apoio” ao sistema imunitário para destruir cancro.

2980
Portugueses desenvolvem vacina

Os portugueses desenvolveram uma vacina de “apoio” ao sistema imunitário para destruir o cancro. A equipa é composta por cientistas Portugueses e Israelitas e desenvolveram uma estratégica para melhorar a resposta imunitária do organismo humano contra cancro e VIH (sida).

A combinação de uma nanovacina e dois anticorpos e um fármaco foi o ingrediente essencial para esta descoberta.

Os primeiros testes mostram “notável inibição do crescimento do tumor” e a estratégia já está a ser pensada para outro tipo de cancros além do melanoma.

Os detalhes vão ser publicados, segundo o Publico, na revista Nature Nanotechnology.

“Conseguimos aumentar significativamente a sobrevida dos animais com melanoma. A vacina tem no seu interior péptidos, pequenas sequências de aminoácidos, que são como se fosse um marcador que só existe à superfície das células tumorais. Como produto, esta vacina poderá vir a ser simplesmente injectada no doente”, disse Helena Florindo, investigadora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.

Cada cancro tem o seu padrão de tratamento diferente pelo que esta vacina terá que ser adaptada a cada tipo de cancro, mas para Helena Florindo “esta nanovacina não tem como alvo directo as células tumorais, mas usa o nosso sistema imunitário para conseguir a destruição selectiva das células do tumor”.