Dinamarca é considerada o país mais feliz do mundo!

A Dinamarca é considerada o país mais feliz do mundo. Sabias, por exemplo, que salário mínimo por lá e maior do que 2 mil dólares?

De acordo com o ranking de felicidade da Organização das Nações Unidas (ONU), os dinamarqueses são a população mais feliz do mundo.

A pesquisa levou em conta o PIB per capita da população, expectativa de vida saudável, percepção de corrupção no país e liberdade, por exemplo.

Com elevados índices de educação, saúde e renda, a Dinamarca saiu na frente. Mas o que realmente torna os dinamarqueses felizes é o “extremo grau de confiança que as pessoas têm umas nas outras”, de acordo com o professor de Economia Christian Bjornskov.
“Nós perguntamos às pessoas se elas acham que desconhecidos são dignos de confiança.

Cerca de 70%, na Dinamarca, diz que sim. No Brasil, esse índice é de apenas 7%”, compara o professor. Mas porque é que isso torna as pessoas mais felizes? Segundo o professor, melhora as relações sociais e “as pessoas ficam felizes em saber que não precisam de ter pequenas preocupações”, afirma. Perder a carteira ou tentar encontrar um endereço na rua deixam de ser pequenas preocupações quotidianas entre os habitantes.

A confiança que os dinamarqueses têm nas instituições do seu país, especialmente políticos e polícia, também os torna um povo mais feliz. “As pessoas acostumam-se com bens materiais, não é isso que as faz felizes, mas se realmente alguém combater a corrupção, elas confiam no país e isso ajuda na felicidade”, afirma Bjornskov.

Não é só no ranking de felicidade que a Dinamarca aparece entre as primeiras posições. O Índice de Desenvolvimento Humano é um dos principais medidores da qualidade de vida de um país e varia entre 0 e 1, quanto mais perto do 1 melhor. Na Dinamarca esse índice é de 0,901 e usa critérios como a educação, economia e saúde.

Na Dinamarca, a expectativa de vida está entre as mais elevadas do mundo.
Tudo bons motivos para fazer da Dinamarca um país, onde as pessoas são felizes e vivem bem.

O que também ajuda nesta consideração é o facto da jornada de trabalho ser de 33 horas semanais, quase 5 horas por dia e do salário mínimo na Dinamarca ser superior a 2 mil dólares mensais, cerca de 1706,54 euros.

A média da renda anual dos dinamarqueses é de 33518 dólares, cerca de 28599,95 euros anuais. Comparado com outros países, como os Estados Unidos da América, entre outros, a Dinamarca não é o país com o salário/renda anual mais alta, no entanto, os gastos com serviços privados e públicos são menores.

Também vais gostar destes:
Um país com 2 sílabas – ANEDOTA

Para teres ideia os custos com as universidades são inexistentes, ou seja, os alunos estudam e tiram o seu curso superior gratuitamente. As creches também são gratuitas para todas as crianças e os planos de saúde igualmente gratuitos. Mais de 90% das crianças recebem as principais vacinas necessárias no primeiro ano de vida gratuitamente.

A Dinamarca acredita no seu potencial e investe na melhoria das condições de vida, educação e saúde dos seus habitantes, tornando-os assim felizes.
Um país interessante para se viver, não te parece?

Artigos Relacionados

Últimos Artigos

Tudo mentira. Margarida e Gabriel simulam vidros no olho para Catarina Miranda ser expulsa.

Tudo mentira. Margarida e Gabriel simularam vidros no olho para Catarina Miranda ser expulsa. A recente expulsão de Catarina Miranda do "Big Brother 2024"...

Cláudio Ramos tornou-se exigente, e não é fácil um homem conquistá-lo.

Cláudio Ramos tornou-se exigente, e não é fácil um homem conquistá-lo. O conhecido apresentador da TVI, está atualmente solteiro e partilhou abertamente as razões...

Catarina Miranda pode estar a caminho da SIC: “Eu mereço mais…”.

Catarina Miranda pode estar a caminho da SIC: “Eu mereço mais…”. Após sua participação no "Big Brother", a ex concorrente tem despertado curiosidade sobre...