Uma nova lei aprova castração química a abusadores de crianças e é no Cazaquistão que haverá a primeira pessoa no país a sofrer dessa castração química.

O governo daquele país aprovou a nova lei sobre crimes de pedofilia e o criminoso é da região do Turquestão e será quimicamente castrado através de uma injecção que será supervisionada pelo Ministério da Saúde.

O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, financiou recentemente 2000 injecções contra criminosos acusados de crimes de pedofilia.

“Neste momento, houve apenas um pedido de castração química, e isso, em conexão com um pedido do tribunal.”, afirmou o ministro da Saúde, Lyazzat Aktayeva.

Estamos na presença de uma castração que é “temporária” e que serve apenas para impedir que o acusado cometa outros crimes. Porém, a castração química não impede que o indivíduo seja tentado a cometer o crime novamente

O produto utilizado para realizar a castração química é o Cyproterone. Este método garante que a pessoa não mais sinta desejo os números até agora mostram que esses indivíduos são muito menos propensos a cometer outras agressões.

De acordo com vários especialistas, cada vez mais criminosos pedófilos revelam preferir este método do que as terapias de reabilitação.

FONTEVamos Lá Portugal
Partilha
Loading...