“Não posso cair à frente deles…”, afirmou Tony Carreira que marcou presença ontem na TVI.

O exclusivo TVI  esteve à conversa com José Alberto Carvalho no Jornal das 8 e afirmou: “Ao contrário de muitos pais que passaram pela tragédia que eu estou a passar, a minha dor é igual à deles mas a música tem uma cena mágica e tem me feito muito bem. O meu refúgio nesta dor foi o estúdio, foi lá que eu me fechei, por vezes para chorar, mas consegui encontrar alguma felicidade dentro daquelas quatro paredes. Só aqui é que senti alguma paz”, começa por revelar.

“Há momentos que são duros. Muito difíceis. Esta perda é algo que não vou superar, já sei… é desumano ainda não saber nada do inquérito”, revelou ainda.

“Há momentos em que caio, caio sozinho e ergo-me sozinho …Eu e a Fernanda temos um papel muito importante, temos dois filhos maravilhosos, que precisam de nós e sofrem tanto quando nós, e portanto eu não posso cair à frente deles, não posso fazer isso”.

“Por mais que doa tenho que me erguer, porque quero acreditar piamente que um dia vou estar com ela”, apontou.