Nadadores Salvadores e banhistas agredidos em praia fluvial, no passado domingo, em Marco de Canaveses, depois de um desentendimento, devido a embarcações e motas de água.

Os nadadores salvadores deram o alerta de que grupo que não podia estar naquele local por estar em colocar em risco a segurança dos banhistas.

O grupo não aceitou a adversão e dirigiram-se aos nadadores salvadores originando “verdadeira batalha campal que envolveu várias pessoas”, de acordo com os presentes no local. Nadadores e banhistas acabaram agredidos por alguns elementos do grupo.

“Foi uma autêntica batalha campal. Fui agredida com um murro. Ainda não consegui ultrapassar o trauma, nunca vi nada assim”, disse uma testemunha ao Correio da Manhã.

A GNR e a Polícia Marítima foram chamadas ao local identificando os agressores.