O MAI informou que na A6 não havia sinalização nos “trabalhos de limpeza em curso”.

“Não havia qualquer sinalização que alertasse os condutores para a existência de trabalhos de limpeza em curso”, lê-se no esclarecimento enviado hoje à agência Lusa pelo Ministério da Administração Interna (MAI).

O referido ministério informa ainda que “O trabalhador atravessou a faixa de rodagem, próxima do separador central, apesar de os trabalhos de limpeza em curso estarem a decorrer na berma da autoestrada”.

“No regresso de uma deslocação oficial a Portalegre, a viatura que transportava o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, sofreu um acidente de viação, do qual resultou a morte, por atropelamento, de um cidadão, na autoestrada A6”, aponta o comunicado.