A mulher de Salgado trabalha como “dona de casa” mas tem mais de 100 milhões.

A conta foi usada por Ricardo Salgado para comprar diamantes e aderir ao programa de perdões fiscais.

Maria João Bastos Salgado, é a esposa e tem uma fortuna de cerca de 100 e 200 milhões de euros numa conta que pertence à Begolino, uma offshore sediada no Panamá.

O valor deste património está indicado numa carta rogatória enviada pelas autoridades da Suíça ao Ministério Público, de acordo coma  investigação Operação Marquês.

O Correio da Manhã avança que a mulher do ex-líder do BES e do Grupo Espírito Santo aparece num documento enviado pelo banco Lombard Odier, com sede em Genebra, na Suíça.

Classificado como “secreto”, o documento indica que Maria João Bastos Salgado está identificada como “casada, com três filhos e dona de casa”, segundo o jornal.

A conta tem como como mandatários o marido e a filha de ambos, Catarina Amon, segundo a acusação da Operação Marquês, e apesar da conta bancária ter como última beneficiária Maria João Salgado as verbas eram geridas por Ricardo Salgado.

Em 2012, saíram desta conta cerca de 3,82 milhões de euros para a compra de três diamantes e 1,2 milhões com os quais Ricardo Salgado aderiu ao programa de perdões fiscais.

Partilha
Loading...