Mulher falece em maca no corredor das urgências ào espera de ser atendida.

Mulher falece em maca no corredor das urgências à espera de ser atendida. A mulher, de aproximadamente 80 anos, faleceu na noite de terça-feira no Hospital Padre Américo.

Ela aguardava atendimento numa maca, conforme reportado pelo Porto Canal. A situação nas urgências do hospital é descrita como “caótica” pela Ordem dos Enfermeiros, com mais de 77 doentes internados e nove ambulâncias retidas.

O tempo médio de espera para pacientes com pulseira amarela ultrapassa cinco horas, enquanto para casos urgentes chega a mais de duas horas.

Às 12h30, mais de 50 doentes já se encontravam na urgência do Hospital Padre Américo, de acordo com informações do comandante Alexandre Pinto dos Bombeiros de Baião.

O Hospital Padre Américo é a única unidade com capacidade médico-cirúrgica no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), que inclui o Hospital de São Gonçalo, em Amarante, onde opera uma urgência básica.

Em resposta a um pedido de esclarecimento, o hospital informou que a paciente falecida deu entrada no Serviço de Urgência Médico Cirúrgica do CHTS às 19h16, foi triada com prioridade laranja após a avaliação às 20h06 e, infelizmente, registou-se o óbito.

A instituição argumenta que se tratava de uma paciente em “fim de vida” e sem critérios clínicos para intervenções invasivas de reanimação. No entanto, alega enfrentar pressão significativa devido ao elevado número de internados na Urgência, atingindo 85 doentes na manhã seguinte.

Miguel Vasconcelos, presidente do Conselho Diretivo Regional Norte da Ordem dos Enfermeiros, descreve a situação na urgência do hospital como “caótica”, destacando a falta de capacidade para lidar com o aumento da demanda durante o pico de gripe.

Artigos Relacionados

Últimos Artigos

José Eduardo Moniz quebra o silêncio e revela: quem decidiu expulsar Catarina Miranda?

José Eduardo Moniz quebrou o silêncio e revela: quem decidiu expulsar Catarina Miranda? A decisão de excluir a ex-concorrente do Big Brother 2024 foi...

Catarina Miranda ambiciona escrever um livro sobre o Big Brother.

Catarina Miranda ambiciona escrever um livro sobre o Big Brother. A ex-concorrente do "Big Brother 2024", partilhou em entrevista à 'Rádio Carlini' e na...

José Castelo Branco usa roupas emprestadas por Marluce: “Eu nunca quis dinheiro”

José Castelo Branco usou roupas emprestadas por Marluce: "Eu nunca quis dinheiro". O conhecido socialite, tem estado no centro das atenções devido a uma...