O Ministério Público abriu inquérito ao caso de bullying. O Ministério Público já abriu um inquérito tutelar educativo confirmou fonte oficial da Procuradoria Geral da República.

“Os factos deram lugar à instauração de  inquérito tutelar educativo, que corre termos na Ministério Público do Juízo de Família e Menores do Seixal”, refere a PGR.

“O inquérito tutelar educativo é de natureza reservada e encontra-se previsto na Lei Tutelar Educativa, quando estão em causa factos qualificados pela lei como crime, praticados por menor entre os 12 e os 16 anos”, esclarece.