Milícias da Chechénia e da Síria ‘juntaram-se ao exército russo’, afirma Putin. As tropas russas “destruíram cinco tanques ucranianos” e estavam a “lutar contra os neonazistas que governam a Ucrânia”, disse Vladimir Putin.

O Presidente Russo assegurou ainda que as operações militares ucranianas estão a prosseguir “como planeado” e que as milícias da Chechénia e da Síria “juntaram-se ao exército russo”.

Putin insiste que a Rússia está a combater “neo-nazis” e que russos e ucranianos são “um só povo”.

Putin elogiou a “coragem” dos soldados russos, chamando-os de “verdadeiros heróis” e assegurou que “lutaram firmemente com total compreensão da justiça da sua causa”.