A mãe do menino agredido por Cristiano Ronaldo está inflexível: ‘Não tenho nada para lhe dizer’, afirmou.

O adolescente de 14 anos é autista e tem-se recusado a falar com os jornalistas, sendo a mãe quem tem dado a cara.

A mãe da criança diz que o filho é adepto do Everton e desde o acontecimento recusa-se a falar de futebol, nem quer ver Cristiano Ronaldo.

À Sky News, a mãe do jovem disse: “Não tenho nada para lhe dizer. Por que eu deveria viajar até Old Trafford? Porque é que ‘um azul’ [adepto do Everton] iria querer ir [visitar] ‘um vermelho’ [Manchester]?”, perguntou.

A situação ocorrida está a ser investigada pela polícia e mãe do rapaz nem quer ouvir falar do nome de Cristiano Ronaldo, revelando que o mesmo ficou traumatizado quando aquela foi a sua primeira visita a um estádio de futebol.