Madeira: Nova droga destrói a vida de muitos jovens na região. É uma nova droga sintética, designada “Bloom” e que surge como alternativa a drogas pesadas mais caras.

Vendida como fertilizante é fácil encontrá-la a preço quase irrisórios. Por cinco euros, quem compra tem alucinações durante horas.

Ao Correio da Manhã, um jovem disse que “Quer a cocaína, quer a heroína, quer o haxixe, qualquer tipo de droga torna-se mais cara para comprar numa ilha. E aparece uma solução mais barata, em que os efeitos são iguais ou mais fortes, neste caso são bem piores, e tornou-se rapidamente a rainha da noite”, explicou um jovem ao Correio da Manhã.

Os jovens acabam por ter surtos psicóticos que levam a internamentos compulsivos, em casos mais graves.

O presidente do Governo Regional Miguel Albuquerque assume que “Há um conjunto de pessoas que consomem ‘bloom’, essa droga que é barata, e, neste momento, temos é de enfrentar a situação. E como estamos a fazê-lo? Com equipas pluridisciplinares no sentido de integrar e tratar essas pessoas”.

Ele acrescenta ainda que: “Para internar uma pessoa dessas que está doente e dependente dessas substâncias, é necessário ter uma autorização judicial e, portanto, isso causa alguma dificuldade”, lamenta.