Kathryn Mayorga revela que CR7 a forçou “sem proteção nem lubrificante”. Ela e Ronaldo estiveram em 2009 num hotel em Las Vegas, EUA (penthouse no Palms Casino Hotel)

Segundo ela: “apareceu de calções e com ele de fora” e lhe implorou que lhe tocasse: “Eu recusei e ele disse para lhe fazer oral. Não desistia e disse: ‘Pronto, deixo-te ir embora se me deres um beijo.’”

Ela ainda referiu que CR7 a terá empurrado e forçou-a: “Tentou tirar-me a roupa interior. Eu virei-me de costas e protegi-me com as mãos… E então ele saltou para cima de mim.”

Terá sido alegadamente penetrada “sem preservativo, nem lubrificante”, e no final CR7 pediu desculpa.

O resto já se sabe, ele entraram em acordo, mas uns e-mails que o ‘Football Leaks’ teve acesso era possivel ler,  “Foi por trás. Foi rude. Não mudámos de posição. Foram entre cinco a sete minutos. Ela disse que não queria, mas mostrou-se disponível.”

Agora ela quer 64 milhões de euros: 20 milhões por “dores e sofrimentos do passado”, mais 20M€ por “dores e sofrimentos futuros” e para terminar mais 20M€ por danos punitivos. Depois os 4 milhões restantes é para pagar aos advogados.