Joana Marques “arrasou” novamente Cristina Ferreira. Joana Marques na rubrica ‘Extremamente Desagradável’, na Rádio Renascença, com o humor sarcástico aproveitou para deixar umas bojardas:

“Estreou o seu novo programa, ‘Cristina ComVida’, mas com vida difícil, já que as audiências da primeira semana não foram muito animadoras. Nas redes sociais, há quem se mostre desiludido por ser, e passo a citar, ‘mais do mesmo’ ou ‘nada de novo’. Eu não percebo estas pessoas: estavam à espera do quê? De um novo ‘TV Rural sobre a apanha da azeitona com Cristina Ferreira ou um magazine sobre cinema francês?”, questionou a radialista.

Joana Marques falou ainda do momento em que Cristina Ferreira foi surpreendida por um avião que sobrevoa o estúdio e cuja mensagem emocionou a apresentadora: “Eles [referindo-se aos concorrentes do ‘Big Brother’] quando recebiam as mensagens e choravam, era ridículo na mesma, mas já estavam fechados numa casa sem contacto com o exterior há, pelo menos, dois meses. Tu entraste agora nessa casa e, daqui a meia hora, vais para a tua, jantar e dormir”, brincou.

Cristina referiu ser vítima de uma “campanha de assassinato de caráter” e Joana Marques confessa não perceber depois da explicação da apresentadora. “Qualquer pessoa inteligente e com noção sabe que há uma campanha e, se for inteligente, sabe de onde vem. Eu, como não tenho nenhum destes atributos, não percebi nada”, ironiza Joana Marques.

Ainda sobre as férias no Dubai, Cristina Ferreira justificou os dias no Emirado referindo que as suas últimas férias tinham acontecido em agosto e que “as pessoas não têm noção de como é difícil” a vida de profissional de televisão e de como “a cabeça precisa mesmo de algum alívio”. Em análise, a humorista volta a ironizar: “Eu estava a ouvir isto em direto e a pedir mentalmente: ‘não, não, não digas isso, não vás por aí. (…) Mas qual vida? De membro do conselho de administração de uma grande empresa? (…) Chegar ao mês de março e não ter férias desde agosto. Sete meses seguidos a trabalhar, horrível!”