Homem morre a salvar as duas filhas na praia. O homem de 45 anos morreu a salvar as filhas de 9 e 12 anos que foram arrastadas pelo mar numa praia em Mafra,

As meninas sobreviveram mas o pai faleceu depois de retirado do mar já em paragem cardiorrespiratória e mesmo com a ajuda de uma enfermeira que se encontrava no local e realizou manobras de reanimação durante 50 minutos.

As duas meninas encontram-se no Hospital de Santa Maria e já foi pedida ajuda do gabinete de Psicologia de Polícia Marítima para acompanhar a família.

O comandante Paulo Agostinho, da Capitania de Cascais pede às pessoas para “evitarem de todo frequentar as praias sem vigilância”. “O afogamento mata em segundos e nas praias sem vigilância não há meios de salvamento permanentes”, disse. Na praia da Calada, por exemplo, “nem sequer há rede GSM [telemóveis] tendo sido necessário usar rádios”.