Barreiro: Homem mata esposa grávida de 8 meses. Nas redes sociais ele confessou o crime, mas mais tarde apagou a publicação.

Esta é mais uma vitima de violência doméstica, por parte do marido que assassinou a mulher dentro da própria casa. A policia Judiciária deslocou-se ao local e encontrou a vitima com golpes no corpo, em especial na zona do abdomen.

O homem acabou por ser preso no aeroporto de Lisboa, altura em que tentava fugir do país.

No facebook, a mensagem partilha a confessar o crime dizia:

“Matei a minha namorada ela chama-se Rosa. Se acontecer alguma coisa comigo é porque eles não querem que eu fale para eles desaparecerem com os nossos corpos. Porque eles querem me matar! Hoje ela meteu aquele remédio na minha comida tem cancro e está grávida mas o filho não é meu ela enganou-me e eu descobri deu-se esta tragédia”, começa por escrever.

“Ninguém tem o direito de tirar a vida a ninguém mas ela agiu com má fé a partir do momento que meteu algo na minha comida quando ela deu conta que eu sabia mandaram matar me eu agi primeiro . O menino não merecia nada disto muito triste e lamentável”, escrever o autor na rede social”, termina.

Nas redes sociais, as mensagens a desonrar o homem não param de surgir:

Vê a seguir: