Existem furos de água em Portugal como o que engoliu Julen.

401
furos de água em Portugal

Existem furos de água em Portugal como o que engoliu Julen. Existem milhares de poços de captação de água ilegais que são desconhecidos das autoridades. E novos furos são feitos todos os dias.

Foram cerca de 300 operacionais que participam no resgate da criança espanhola de dois anos que acabou por ser retirada já sem vida.

Ninguém sabe ao certo quantos são. Nem sabem onde se encontram. Verdade é que existem um risco iminente de acontecer em Portugal o que aconteceu em Málaga (Espanha).

Existem milhares de furos de captação de água pelo País inteiro que não estão registados.

O professor da Universidade do Algarve e hidrogeólogo, José Paulo Monteiro, autor de grande parte dos planos de regiões hidrográficas (Tejo, Guadiana e Algarve) garantiu à Sábado que: “Não há um inventário completo dos pontos de água em Portugal, como não há em Espanha, na Alemanha, em Inglaterra e noutros países europeus”.

Em 2017 foram realizadas 3.467 novas captações de água subterrâena e regularizadas 1.769 já existentes. “Fazemos furos todos os dias. Os custos com a água têm aumentado e compensa fazer um furo”, refere o proprietário da sondagens Batalha, Sérgio Luís.

Em pleno Parque Ribeirinho de Faro uma moradora da zona decidiu expor uma grave: “Estávamos a almoçar e os meus filhos, que costumam brincar naquela zona do Parque Ribeirinho, vieram ter connosco a avisar que estavam três buracos destapados” revelou Sara Teixeira Marques, que ficou chocada com a descoberta, e partilhou um vídeo no Facebook a alertar para o perigo.

O Correio da Manhã entrou em contato com a Câmara de Faro, que garantiu a existência dos buracos e que iria averiguar a situação. Na sexta-feira, fonte da autarquia confirmou que “provavelmente roubaram as tampas que estavam no local”.

Entretanto a Câmara de Faro já colocou sinalização nos buracos e tapou dois buracos com madeira e outro com metal.

Loading...