Um repórter quase apanhou de um familiar de vitima mortal que sofreu um acidente com um tractor.

O repórter da CMTV, Mário Freire, tentava recolher informações e estava a fazer um direto na zona de Pombal, onde tinha acontecido um acidente com um trator, do qual resultou uma vítima mortal.

Em pleno direto, algo absolutamente insólito acabou por acontecer.
Um familiar da vítima mortal irritou-se com o repórter e disse-lhe para parar.

O repórter, indiferente ao pedido do familiar, continuou com o direto e acabou sem microfone.

A pivô acabou por aconselhar o repórter a não continuar com o direto, referindo que “naturalmente a família aqui com alguma mágoa depois da situação que se passou”.

O familiar da vítima mortal esteve muito próximo de agredir o repórter.

Com os ânimos exaltados é preciso agir de ânimo leve e respeitar a dor destes familiares.
A reação do familiar não foi das mais corretas, mas este pediu ao repórter para parar.

O repórter não respeitou o pedido do familiar e, além de ter ficado sem o microfone, quase ia sendo agredido.

O desfecho deste episódio para Mário Freire podia não ter sido dos melhores.
Tudo bem que os repórteres têm de fazer o seu trabalho, mas não a qualquer custo.
Há que haver compreensão e respeito!

Partilha
Loading...