A estátua do Padre António Vieira, colocada em junho de 2017 no Largo Trindade Coelho (Lisboa), apareceu vandalizada com a palavra “descoloniza” a vermelho.

A destruição do património histórico, na América e também na Europa tem sido uma constante em especial a figuras ligadas a períodos em que a escravatura / colonização se deram.

No caso de Lisboa, a ignorância é bem patente já que o Padre António Vieira era neto de uma negra e grande parte do seu trabalho no Brasil foi em defesa dos povos nativos e contra a discriminação. Junto das tribos brasileiras era conhecido como como “Pai Grande”, por defender os índios e os escravos.

Estátua do Padre António Vieira

Circulam até petições para que seja removido o padrão dos Descobrimentos e outros monumentos daquela que foi para todos os efeitos a época mais relevante da nossa história.

A PSP está a tentar identificar os autores do vandalismo.