“Nós estamos a fazer esta greve de fome para que o país possa comer amanhã”, afirmou Ljubomir Stanisic diz que a decisão do ministro de não os receber “é o espelho do trabalho”.

Para Ljubomir Stanisic: “Não é uma questão de grupo, é uma questão de povo. Se me está a dizer que o ministro da Economia está a negar isto, está a negar todo o país. Se nos está a tratar assim, está a tratar o país [assim], é o espelho do trabalho dele”, acrescenta ressalvando que não irão desistir.

O chef afirma ainda que “A parte mais bonita e que nos dá maior força e é por isso exatamente que não vamos desistir: a quantidade das pessoas que nos têm apoiado. Nós estamos a fazer esta greve de fome para que país possa comer amanhã. E se isto não for entendido e recebido, acho que é só a cara e o caso dos nossos governantes que estão a governar o país”, disse.