Homem que abusou e matou menina de 8 anos é espancado até a morte na prisão

4172
espancado até a morte na prisão

Um homem que abusou e matou uma menina de 8 anos foi espancado até a morte na prisão. Anthony Palma, um prisioneiro de 59 anos, foi assassinado por Raymond Pillado, outro prisioneiro, na Penitenciária Estadual de Oklahoma, no dia 11 de janeiro.

A sua morte fez manchetes na altura , mas os detalhes em torno da sua morte eram desconhecidos. Um relatório médico revelou que Anthony Palma foi estrangulado e baleado na cabeça.

Foi condenado em 2017 por sequestrar, violar e depois matar Kirsten Hatfield, uma menina de 8 anos, em 1997 depois de se perceber que DNA de Anthony Palma estava na cena do crime. Ele morava a duas casas da menina no momento em que os crimes foram cometidos.

Raymond Pillado também é um assassino reconhecido. De acordo com os agentes da prisão, Anthony provavelmente foi alvo porque ele havia matado uma criança.

“Aqueles que estão presos por atacar crianças são claramente mais vulneráveis”, disse o porta-voz Matt Elliott à KFOR.

As autoridades esperavam entrevistar Anthony Palma no final deste ano com a intenção de convencê-lo a levá-los ao corpo da menina violada e assassinada.

“Nós não fechamos definitivamente este caso porque nós nunca fomos capazes de encontrar o corpo da menina para trazê-la para casa e provavelmente nunca o vamos encerrar em definitivo agora.

Nós queríamos, como em todos os casos como este, que [Anthony Palma] tivesse uma crise de consciência e que decidisse nos dizer exatamente o que ele fez com ela, talvez a intervenção de um poder divino, talvez Deus”, disse o chefe de gabinete da Polícia, Brandon Clabes.

A mãe da menina, Shabnon Hazen, recusa-se a desistir da esperança de encontrar o corpo da filha adorada um dia: “Eu não posso … eu simplesmente não posso. E eu não tenho que fazer isso ainda“, disse.