Espiões ocidentais alertam para o drama de Vladimir Putin. Eles acreditam que o Presidente Russo pode ter uma doença cerebral, de acordo com o Daily Mail.

As consequências do tratamento de Parkinson, demência ou cancro são algumas das possibilidades levantadas por fontes de tablóides do Reino Unido em relação à organização Five Eyes, que possui elementos do Serviço Secreto na Austrália, Canadá, EUA, Nova Zelândia e Reino Unido.

A teoria, que se espalhou logo após a invasão da Ucrânia por Putin, é baseada numa análise de alguns dos comportamentos estranhos do líder russo de 69 anos, como aparecer mais inchado em fotos recentes, ou sua disposição de estar com todo o Kremlin.

Aparentemente, as peles “cinzas” também são consideradas nessa teoria. Diz-se que ele pode estar a sofrer de ““raiva de esteróides por causa de tratamentos do cancro com esteróides”” e que alguns dos supostos efeitos colaterais do tratamento também serão um “pescoço inchado”, disseram as fontes citadas pelo mesmo jornal.