“Se a Direita ganhar as eleições, volto a emigrar”, afirmou Fernando Tordo sem medos de ir para um país com melhores condições de vida para a sua carreira musical.

Fernando Tordo tem um novo disco intitulado “Os fados que eu fiz”, e ele conta que foi gravado durante o confinamento: “Cada um dos músicos enviava gravações para a casa dos outros e só nos juntávamos no estúdio para gravar a voz”, diz Tordo.

O artista foi vitima do Covid-19 recentemente há poucos meses foi muito afetado pela Covid-19, onde foi ajudado pela equipa médica que através de um método inovador permitiu que o músico não fosse entubado, o que a acontecer poderia trazer sérios riscos para as suas cordas vocais.