Brevemente, os diabéticos poderão ver-se livre de “picadas”.

2183
diabéticos poderão ver-se livre de
diabéticos poderão ver-se livre de "picadas"

Brevemente, os diabéticos poderão ver-se livre de “picadas”, já que um procedimento médico de apenas uma hora deu resultados para os doentes de diabetes tipo 2.

Pesquisadores holandeses mostraram os resultados de um estudo feito com 50 pessoas que todos os dias tinham de injectar insulina para equilibrar os níveis de glicémia no sangue.

No processo foi introduzido, pela boca, um tubo com um pequeno balão de água quente na ponta.

Quando o tudo chega ao intestino delgado a água é libertada e queima a membrana mucosa.

Duas semanas depois nasceu uma nova membrana mucosa no intestino e a saúde destes pacientes melhorou. Em 90% dos casos, e passado um ano, não tiveram de se injectar com insulina.

“Devido a este tratamento, o uso de insulina pode ser adiado ou mesmo evitado. Isso é promissor”, disse Jacques Bergman, professor de gastroenterologia que acompanhou o estudo.

Parece existir uma ligação entre a possível absorção de nutrientes pelo intestino e o desenvolvimento de resistência à insulina em pessoas com diabetes tipo 2.

“Houve uma melhoria espetacular nos níveis de açúcar no sangue logo um dia após a operação, antes mesmo de perderem um quilo”, realçou o pesquisador holandês.

O importante agora é perceber se o tratamento é permanente ou tem de ser repetido.

Além de não terem de tomar insulina todos os dias, os pacientes podem ainda ver reduzidos os riscos de desenvolverem doenças cardiovasculares, insuficiência renal e dormência nos pés e mãos.

Loading...