CR7 ouviu cânticos homofóbicos frente à Hungria: “Cristiano Ronaldo, homossexual”. O jogador marcou dois golos e mas não escapou a insultos homofóbicos.

Segundo os meios de comunicação espanhóis, durante o encontro foi possível ouvir cânticos negativos a CR7, vindos do estádio Puskás Arena, em Budapeste: “Cristiano Ronaldo, homossexual” diziam.

Independentemente disso Cristiano Ronaldo, voltou a responder como já tem habituado: com golos acabando por calar o estádio e os adeptos Húngaros.