Carregar o carro eléctrico vai custar entre 3,44 e 8,97 euros por cada meia hora.

Os postos da Prio são os mais baratos. Nos postos mais caros, da Cepsa, a electricidade para percorrer 100 km custa tanto como o diesel.

Segundo as simulações já avançadas pela Associação de Utilizadores de Veículos Eléctricos (UVE), a partir do dia 1 de Novembro os donos de carros eléctricos que celebrem contrato com a Galp Power (a única empresa que já divulgou os seus tarifários) vão pagar entre 3,44 e 8,97 euros.

“Foi tido em conta um carregamento de 30 minutos, para um consumo médio de 15 kWh, numa tarifa bi-horária (fora vazio)”, informou a UVE.

Os primeiros valores para a rede Mobi.E foram calculados tendo por base os preços que a Galp cobrará enquanto comercializador de energia para a mobilidade eléctrica (CEME) – que oscilam entre cerca de 13 e 19 e cêntimos, consoante seja em vazio, fora de vazio, tarifa bi-horária ou tri-horária – e que incluem já um desconto de 20% no preço da electricidade para quem aderir ao serviço Galp Electric até 31 de Dezembro de 2018.

Para quem já seja cliente da Galp em casa, a empresa vai oferecer a energia consumida em qualquer ponto de carregamento da rede pública Mobi.E até 30 de Abril de 2019.

Pelo meio ficam os postos da EDP (5,28 euros), Mobiletric (5,39 euros), Galp (7,03 euros) e KLC (7,13 euros).

Em última análise, estes serão os valores a pagar pelos utilizadores de veículos elétricos para percorrerem 100 km, já que se trata de um carregamento rápido de 30 minutos para um consumo médio de 15KWh.

Os clientes da Galp gastarão apenas o valor cobrado pela energia consumida, ou seja, 3,44 euros. As simulações da UVE mostram que este valor inclui dois cêntimos relativos ao Imposto Especial sobre o Consumo (IEC) e 64 cêntimos de IVA à taxa de 23%.

Já no postos da Cepsa em Abrantes, Fundão e Leiria só a taxa de utilização do posto ascende a 4,50 euros (15 cêntimos por cada minuto de carregamento), aos quais se somam 2,78 euros pela eletricidade consumida, e ainda os mesmos dois cêntimos de IEC e mais 1,68 euros de IVA a 23%, num total de quase nove euros.

Para os restantes operadores tidos em conta nos cálculos da UVE, só as taxas de operação para o carregamento rápido de 30 minutos simulado são de 1,5 euros para a EDP, 1,59 euros para a Mobiletric, 2,92 euros para a Galp e 3 euros para a KLC.

Loading...