Um cão partiu a porta de casa e salvou duas mulheres de violência doméstica. A mulher que não quis divulgar a identidade revelou como a ajuda do cão corajoso salvou ela e uma amigado abuso violento cometido por um homem sem escrúpulos.

Camie, não hesitou em partir uma porta de vidro para entrar na casa e acabar com a violência antes que fosse tarde demais…

O longo post foi amplamente divulgado pelo Love What Matters e rapidamente alcançou milhares de utilizadores em todo o mundo.

Estas são as palavras da protagonista:

A minha amiga tinha um namorado violento. Nós duas sabíamos que ele era um sociopata violento, mas é claro que sendo a sua namorada, isso foi algo que ela negou por muito tempo. No final, ela não podia mais negar e tentou deixá-lo de uma vez por todas. Enquanto a espancava, ela conseguiu escapar dele, e tentou proteger-se em minha casa, mas a minha casa não era segura; ele seguiu-a, bateu no vidro da porta francesa e abriu a tranca por dentro.

Eu gostaria de poder dizer que uma de nós teve a coragem de enfrentar ele, mas não o fizemos. Ele rapidamente usou os seus punhos e lenços para nos calar e nos controlar. Ele nos disse o que faria com nós duas (eu nunca repetiria aqui) e eu estava praticamente resignada, deprimida demais para lutar e salvar nós duas… Foi então que Camie, o meu cachorro, partiu a porta francesa e entrou na sala.

Agora, Camie é um cão doce, amoroso e até um tanto ingénuo. Ele era o cão mais gentil possível com todas as crianças da vizinhança e nunca rosnava, mas quando Camie atacou esse homem, ele virou um animal diferente. Os seus olhos eram selvagens e tinha uma espuma na sua boca, ele estava a sangrar com todos os cortes recebidos ao bater contra o vidro e, em um piscar de olhos, ele estava acima desse homem e continuou a rosnar.

O som do rosnado de Camie felizmente alertou o meu pai, que voltava para casa; com uma arma na mão como precaução, ele chamou a polícia, que veio e prendeu o namorado violento da minha amiga. Os relatórios foram arquivados, logo após teve um julgamento, verificou-se que não era nem a primeira vez que ele tinha cometido violência contra uma mulher indefesa. […] Os cães costumam ser chamados de melhores amigos do homem, mas às vezes são mais do que apenas amigos. – eles são nossos heróis.”