Acusado de “posse e obsessão”, Bruno de Carvalho responde: “Vai à m**rda!”, disse o ex concorrente do reality show.

Uma seguidora nas redes sociais do antigo Presidente do Sporting disse: “Todos têm culpa, menos quem realmente a tem. E é pena uma mulher defender o indefensável. Amor não é o que se viu ali“.

E continuou: “Não é amor. É posse e obsessão, não deixar pensar… Uma pessoa que diz «não te vou deixar dormir até ter a certeza que me amas» quando a outra, ao fim de horas a ouvir a mesma coisa, lhe pede para dormir? Acha que isso é amor? E depois diz que estava a jogar. Mesmo a jogar eu nunca admitiria que um homem me dissesse que não me deixava dormir enquanto ele não tivesse a certeza que eu o amava“, lê-se.

Bruno de Carvalho acabou mesmo por responder ao comentário dizendo: “Vai à m**da!“.

Já outra seguidora questionou: “Sr. Bruno de Carvalho. Ora vamos lá colocar-nos noutra perspetiva: caso uma das suas filhas fosse agarrada pelo pescoço ou “lambuzada” por alguém e tal ato fosse, para ela, inesperado, o sr. o que pensaria, o que faria? Talvez tivesse vontade de …”.

Implacável, o ex concorrente respondeu: “Vamos lá então… Se a própria pessoa já respondeu a isso insiste porquê? Não me diga que ela até se riu a falar das imagens porque eu estava lá de pistola em punho…”