Big Brother: Quintino Aires entala Jéssica Galhofas.

Big Brother: Quintino Aires entala Jéssica Galhofas. O psicólogo Quintino Aires é um dos comentadores mais polémicos do programa ‘Big Brother’.

Recentemente, ele deu a sua opinião sobre a concorrente Jéssica Galhofas, que revelou ter vivido várias situações traumáticas na sua vida, como abusos sexuais, violência doméstica e tentativas de suicídio.

Quintino Aires não acredita na veracidade do relato de Jéssica e considera que ela pode estar a inventar ou a exagerar as suas histórias para chamar a atenção e ganhar simpatia do público. Ele baseia-se na sua experiência como psicólogo e na análise das probabilidades estatísticas para sustentar a sua tese.

Neste artigo, vamos apresentar os argumentos de Quintino Aires e explicar por que ele duvida da história de vida de Jéssica Galhofas.

Quintino Aires: “O que é frequente, é frequente. O que é raro, é raro”

Numa entrevista à revista ‘TV Guia’, Quintino Aires afirmou que, em psicologia, se segue o princípio de que “o que é frequente, é frequente. O que é raro, é raro”. Ou seja, os psicólogos tendem a dar mais credibilidade às situações que são mais comuns e menos às que são mais improváveis.

Segundo Quintino Aires, o caso de Jéssica Galhofas seria um exemplo de uma situação muito rara, pois ela teria passado por vários acontecimentos dramáticos e traumáticos na sua vida, que dificilmente se encontram numa só pessoa. Ele disse: “Esse caso, numa consulta de psicologia, seria tomado como uma construção de uma personalidade imatura, como uma chamada de atenção, como um narcisismo que precisa de brilhar por alguma coisa e tenta brilhar por essas desgraças todas.”

Quintino Aires: “Seria facilmente detetado numa observação clínica”

Quintino Aires também afirmou que, se Jéssica Galhofas fosse sua paciente, ele iria desconfiar das suas histórias e tentar verificar a sua veracidade. Ele disse: “A ser mentira partes da história que Jéssica Galhofas contou na TVI, seria facilmente detetado numa observação clínica.”

O psicólogo explicou que há sinais e comportamentos que podem indicar se uma pessoa está a mentir ou a distorcer a realidade. Por exemplo, ele disse que iria observar se Jéssica Galhofas demonstra emoções congruentes com as situações que relata, se há consistência nas suas narrativas, se há testemunhas ou provas dos factos que afirma, se há motivos para inventar ou exagerar as suas histórias, etc.

Quintino Aires: “Não íamos dar tanta atenção à hipótese de tudo ter acontecido”

Quintino Aires também declarou que, perante o caso de Jéssica Galhofas, ele iria considerar outras hipóteses mais prováveis do que a de ela estar a dizer a verdade. Ele disse: “Numa consulta, essa seria a primeira orientação que iríamos ter, nunca descartando a possibilidade de as coisas de facto terem acontecido. Mas não íamos dar tanta atenção à hipótese de tudo ter acontecido como iríamos dar atenção à probabilidade de ser uma construção mental numa personalidade imatura.”

O psicólogo sugeriu que Jéssica Galhofas poderia ter uma personalidade imatura narcisista, ou seja, uma tendência a se valorizar excessivamente e a buscar admiração e reconhecimento dos outros. Nesse caso, ela poderia inventar ou exagerar as suas histórias para se destacar e para despertar pena ou compaixão.

Quintino Aires: “Pode ainda ser uma situação mais grave de uma perturbação de conduta”

Por fim, Quintino Aires admitiu ainda outra possibilidade mais grave para o caso de Jéssica Galhofas. Ele disse: “Pode ainda ser uma situação mais grave de uma perturbação de conduta. E essa seria uma situação próxima das psicopatias. Também tem esse comportamento, mas deixávamos essa para segunda hipótese”.

Uma perturbação de conduta é um transtorno psicológico caracterizado por um padrão persistente de comportamentos anti-sociais, desafiantes, agressivos ou violentos. Uma pessoa com essa perturbação pode mentir, manipular, enganar, roubar, agredir ou violar as regras e os direitos dos outros. Uma psicopatia é uma forma mais severa de perturbação de conduta, que envolve também uma falta de empatia, remorso ou culpa.

Artigos Relacionados

Últimos Artigos

Big Brother – Daniela Ventura para Inês Morais: “Quero te ver triste, quero te ver para baixo”

Daniela Ventura para Inês Morais: “Quero te ver triste, quero te ver para baixo”. No reality show Big Brother, a tensão entre as concorrentes...

Catarina Miranda emite sério aviso após polémica.

Catarina Miranda emitiu um sério aviso após polémica. Conhecida pela sua participação no "Big Brother 2024", ela tem dado que falar após a sua...

Daniela Ventura considerada ‘a mais tóxica’ e a ‘jogadora mais completa’.

Daniela Ventura foi considerada 'a mais tóxica' e a 'jogadora mais completa'. No contexto do programa Big Brother, Diana Lopes expressou a sua opinião...