A Alemanha dá 300 euros por cada filho para famílias enfrentarem a crise. A distribuição começou esta Segunda Feira e tem como objetivo combater a crise económica provocada pela pandemia.

Esta prestação única é paga em duas fases: 200 euros em setembro e mais 100 em outubro e o valor será pago a todas as crianças registadas que se encontrem registadas solo alemão.

Este apoio é dado a todas as crianças independentemente do rendimento dos pais: “Vai servir para mitigar as novas necessidades das famílias, que agora enfrentam novos gastos, como aquisição de máscaras e gel desinfetante, e têm de suportar períodos em que as crianças ficam em casa em vez de irem à escola”, afirma Katharina Spieb, especialista em família do Instituto Alemão de Estudos Económicos.

Para ela, este apoio: “não atenderá a todas as necessidades, mas será uma ajuda e, ao mesmo tempo, estimulará o consumo das famílias, que devido à incerteza económica estão a economizar mais do que o normal, atitude que não contribui para o dinamismo da economia”.