Com 9,20 euros de reforma dizem-lhe que tem de abrir conta no banco para receber.

2546
abrir conta no banco para receber

Com 9,20 euros de reforma dizem-lhe que tem de abrir conta no banco para receber.

É um caso bizarro pelo qual Maria José Rodrigues Abreu de  67 anos de idade passou para receber a sua reforma da Segurança Social. O valor da pensão é a inexplicável quantia de 9,20 euros mensais.

A idosa, viúva, já solicitou esclarecimentos à Segurança Social e outras entidades como junta de freguesia e centros cívicos, mas ninguém lhe resolve a situação e a condições económica em que vive é problemática.

A mulher trabalhou  durante anos como bordadeira de casa e sempre fez os seus descontos. Acabou por interromper a actividade quando esteve cinco anos em Inglaterra a prestar serviço sazonal numas estufas.

Quando regressou a Portugal voltou a trabalhar no setor do bordado. Neste momento, a irmã, com menos anos de trabalho prestado como bordadeira, aufere mais de 300 euros de reforma, mas ela apenas 9,20 euros.

Ao Funchal Notícias, a mulher diz que foi informada pela Segurança Social que deveria aguardar porque “a outra reforma, de Inglaterra, vai chegar…” ao que ela responde “Vai chegar, quando? As contas para eu pagar e para poder sobreviver podem esperar? E quanto a toda uma vida de descontos como bordadeira, onde é que está a minha reforma justa? Não acham vergonhoso receber apenas 9,20 euros?”

Mas não é tudo. Para poder continuar a receber esta fortuna de 9,20 euros, Maria José foi informada de que terá de abrir conta no banco para ser feita a respectiva transferência. Ao balcão, confrontou-se com o pagamento obrigatório das taxas que custam muito mais do que o valor a receber.

A idosa manifesta-se indignada: “Estão a brincar com os idosos. Farto-me de falar, de andar de um lado para o outro e nada… Ninguém me resolve o problema. Estão à espera que eu venha a perder a cabeça e faça uma loucura para ter direito ao que me pertence?”

Loading...