96% dos casos de COVID-19 em Portugal estão entre crianças e jovens. Um número preocupante de jovens com covid-19 a chegar aos hospitais com sintomas graves.

O alerta é dado por especialistas numa altura em que as crianças e os jovens até aos 29 anos infectados aumentaram 96% desde o fim da quarentena.

Entre os zero e os 9 anos verificou-se um aumento de 145,6% no número de infectados com covid-19 desde o passado dia 4 de Maio até este domingo, 21 de Junho, de acordo com dados divulgados pelo Público, sendo que havia à data 1044 infecções de crianças nesta faixa etária.

Entre os 10 e os 19 anos, o aumento foi de 95,3%, registando-se então 1504 casos confirmados de covid-19.

Na faixa etária dos 20 aos 29 anos, houve um aumento de 89,3%, sendo 5628 os casos de infectados: “Feitas as contas, os novos casos entre estes três grupos registam um aumento de 96%”, aponta o Público.

De acordo com o Expresso 34% dos doentes internados no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, têm menos de 35 anos.

“Não é cool adoecer, não é cool ficar com sequelas para o resto da vida e não é cool servirmos como elementos de transmissão da doença para outros e ver os nossos pais ou os nossos avós a adoecerem e a poderem morrer”, refere Isabel Aldir reportando-se à ideia do “desconfinamento cool” que apontada pelo Expresso como potencial causa para a vaga de novos casos graves sobretudo na população mais jovem.